Áreas GESTÃO DE PESSOAS

RH Estratégico x RH Operacional: entenda as diferenças!

30 de junho de 2021

O RH Operacional tem passado por transformações contínuas, tornando-se mais envolvido em trazer as competências demandadas pelos objetivos e metas corporativas. Surge então o RH Estratégico!

 

Ao contrário do que acontecia nos anos 40, em que o RH dedicava-se exclusivamente às questões burocráticas e operacionais, a área ganhou espaço ao ser desafiada a implantar os skills necessários para a empresa vencer e também a aliar qualidade de vida do colaborador aos objetivos da empresa.

Assim, o reconhecimento do colaborador como protagonista na geração de valor da empresa está correlacionado ao ganho de importância de métricas, indicadores e dados. E é neste contexto descrito que desponta o que chamamos de RH estratégico. 

Neste texto, vamos detalhar os conceitos de RH Estratégico e RH Operacional, apontando como cada abordagem atua nas organizações. 

Também vamos falar sobre quais são as vantagens de acompanhar as transformações digitais refletidas na crescente automatização do gerenciamento do capital humano. Boa leitura!

Rh estratégico

O RH Operacional

O RH Operacional, também conhecido como RH Tradicional, é aquele cuja atuação é pautada em um modelo de gestão mais burocrático e padronizado, voltado a questões relacionadas ao pagamento dos funcionários, recrutamento e seleção, treinamento e pilhas, e mais pilhas de papéis e documentações.

Embora essas e outras operações tradicionais do RH sejam de extrema importância para as empresas, neste formato o setor não prioriza (ou até mesmo ignora) a metrificação e a avaliação do desempenho.

Tanto dos colaboradores como do próprio setor. E este é o Calcanhar de Aquiles deste modelo que se torna progressivamente obsoleto. 

Vale ressaltar que muitas atividades executadas nos moldes tradicionais são repetitivas e enfadonhas, sem impacto real e estratégico no planejamento e nas metas de longo prazo da empresa. 

Não é possível acompanhar as imposições da Nova Economia sem implantar soluções estratégicas de gestão de pessoas.

Nesse sentido, espera-se que um gestor de Recursos Humanos assuma um papel mais ativo, assim como traga insights, inovação, inteligência nas operações do setor, assumindo um papel estratégico, como veremos a seguir.

O RH Estratégico 

O conceito de RH Estratégico é relativamente simples, desde que se compreenda de antemão que este departamento passou por muitas transformações tecnológicas e funcionais dentro de uma organização. 

Isso porque além de ter ganhado um papel central nas empresas, gerenciando seu ativo mais importante, o capital humano, o departamento de RH foi um dos que mais absorveu a automatização de processos e tarefas.

O impacto da revolução digital foi gigantesco nessa área, proporcionando ferramentas de automação e softwares que otimizaram os processos burocráticos, tornando-os mais confiáveis e ágeis. 

Dessa forma, os profissionais de RH passam a ter maior disponibilidade para dedicar-se à estratégia empresarial e na busca por resultados, atuando em conjunto com os demais setores da empresa.

A partir do conhecimento das principais demandas do negócio e do mercado, o RH  estratégico consegue identificar e propor soluções direcionadas para cada área.

Portanto, o RH estratégico deve dispor de colaboradores com uma visão holística de todos os processos em andamento e com amplo conhecimento em negócios e estratégia.

Interessante, não é mesmo? Vamos falar mais sobre as vantagens de adotar o formato estratégico ao RH.

Principais vantagens do RH estratégico

Vantagens do RH Estratégico

Retomando: RH Estratégico participa ativamente na tomada de decisões de diversos setores das empresas contribuindo de forma positiva para a estratégia empresarial.

Ou seja, ele é totalmente integrado aos propósitos e metas gerais da empresa.

Por proporcionar a maior flexibilidade e engajamento dos processos, os gestores de RH se dedicam em atividades com maior impacto nos resultados da empresa.

Abaixo, você conhece algumas das vantagens de adotar o RH Estratégico: 

  • Cultura Organizacional

O RH estratégico só existe onde há uma cultura organizacional inovadora. É intrínseco desse modelo atuar de forma a promover um ambiente de trabalho agradável e saudável para os colaboradores.

A cultura tem forte impacto também nos processos de recrutamento e seleção, que vão se tornar mais eficientes em encontrar candidatos que tenham o perfil condizente com a empresa.

Para empresas que possuem um crescimento acelerado, por exemplo, é necessário um grande esforço para manter a cultura corporativa, e esse é um dos principais papéis do RH Estratégico.

  • Desenvolvimento de Competências

Outro ponto importante é o foco no aumento da satisfação dos colaboradores e o desenvolvimento das competências necessárias para eles atuarem na empresa. 

Com o conhecimento das estratégias do negócio e do mercado, o setor consegue desenvolver melhor as competências e habilidades necessárias para alcançar os resultados esperados.

Além desses aspectos, o setor é responsável por elevar o potencial das equipes, atuando em conjunto com as lideranças dos diversos setores da empresa. 

Pensando em redes varejistas, um exemplo de estratégia envolvendo o RH, é treinar os funcionários para falar com o consumidor final, dar maiores condições de trabalho e motivá-lo a se sentir parte do negócio.

Como resultado é esperado um maior engajamento dos funcionários, aumento do número de vendas, diminuição da rotatividade e uma perspectiva de crescimento muito maior.

  • Comunicação empresarial otimizada

Quando o RH passa a ter um papel mais estratégico, a comunicação horizontalizada dentro da empresa é outro fator bastante trabalhado. 

Com isso, é incentivado um espaço mais aberto ao debate e troca de ideias entre os colaboradores de diversos cargos e níveis hierárquicos.

Como contribuição a empresa tende a se tornar mais inovadora, ter um conhecimento mais profundo sobre as necessidades do negócio e consegue se aprimorar de forma mais eficaz.

As empresas que acompanharam essas mudanças implementaram ações inovadoras em gestão de RH, alcançaram excelentes resultados em posicionamento de mercado, fortalecimento da marca (branding) e marketing espontâneo, por exemplo. 

Para identificarmos outras vantagens do RH estratégico, vamos a um case de sucesso!

RH estratégico: O “Jeito Luiza de Ser”, um case de sucesso!

Gigante do varejo nacional, o Magazine Luiza é referência no mercado em qualidade de atendimento ao cliente e de cultura organizacional inovadora. Não é à toa que a empresa atrai muitos talentos, com alto índice de retenção, sempre configurando as listas de melhores lugares para trabalhar.

O Magazine Luíza classifica sua cultura organizacional única e ousada como o “Jeito Luiza de Ser”. A política de RH tem como foco os colaboradores e o estabelecimento de um ambiente de trabalho onde estes se sintam valorizados e motivados a se auto desenvolverem.

Desde que assumiu a superintendência da companhia, Luiza H. Trajano adotou uma postura aberta, o que possibilitou a participação ativa dos colaboradores para melhorias dos processos estratégicos e operacionais. 

Um grande exemplo, são as atividades de treinamento para tornar os vendedores aptos a conversar de maneira eficaz com o cliente final, tornando o processo de vendas muito mais eficaz. 

O modelo de comunicação hierarquizado deixou de existir, tornando-se mais verticalizado e transparente

Além disso, o Magalu promove a integração do colaborador aos valores e metas da organização, propondo uma gestão participativa, onde as informações estratégicas do negócio são acessíveis aos colaboradores para que cada um se torne responsável pelos resultados globais da companhia.

Os resultados? A cultura empresarial do Magalu passou a ser objeto de pesquisas em diversas instituições de ensino, inclusive em Harvard. 

Afinal, uma empresa tão diferenciada, cujas ações valorizaram-se em 1000% nos últimos oito anos, naturalmente, irá despertar interesse de todos, não é mesmo?

Que tal pesquisar outros cases de sucesso no gerenciamento de recursos humanos e tentar identificar quais os aspectos estratégicos do RH colaboraram para os resultados da empresa? 

Investigue a cultura empresarial da Apple, do Google, do Nubank, será um excelente exercício!

*

Agora você já sabe o que é o RH estratégico e como ele se diferencia do modelo tradicional, o RH operacional,  mas você pode (e deve) continuar estudando para aprofundar-se no tema. 

Na Fundace você encontra um MBA USP de Gestão Estratégica de Pessoas e Org. Sustentáveis, único no mercado, que  fornece conhecimento em sustentabilidade aliada a gestão estratégica de pessoas para que você saiba manter uma empresa competitiva e com longevidade no mercado!

Logo

Nós usamos cookies

Este site usa cookies para aprimorar sua experiência de navegação.