GESTÃO ESTRATÉGICA Áreas

Como fazer um planejamento estratégico de sucesso

07 de junho de 2018

Uma das etapas mais importantes na gestão de uma organização é o planejamento, momento em que é definido o objetivo da empresa e a meta a ser alcançada.

O planejamento estratégico é a maneira eficaz pela qual os recursos são disponibilizados, visando alcançar as metas estabelecidas pelo gestor. Um bom planejamento estratégico proporciona uma organização de planos e processos, otimização do tempo e redução dos riscos do projeto. Pode ser aplicado em todos os ramos de atuação. Existem várias metodologias, porém a lógica é a mesma.

Preparamos 4 dicas que ajudarão você a elaborar o planejamento estratégico e aplicá-lo ao seu negócio.

1. Defina seu público-alvo

Para criar o planejamento estratégico, é importante definir o seu público-alvo. Nesta etapa, considere dados demográficos e sociais, tais como: a faixa etária, a localização e poder aquisitivo, além do mercado de atuação e a proposta de valor.

Para elaboração de um planejamento estratégico eficiente, é necessário: identificar os clientes em potencial, os segmentos de clientes, os recursos disponíveis, as características e os diferenciais do produto, os benefícios que ele proporciona e acima de tudo, ter coerência com a realidade do mercado.

Para não confundir na elaboração e na implementação do seu planejamento estratégico, saiba que nem sempre seu público comprador é o seu público-alvo. Por exemplo, em uma empresa transportadora de alunos, o consumidor é o próprio aluno, mas o público-alvo são os pais, que realmente contratam o serviço, assim como na confecção de roupas infantis, onde o consumidor é o filho, mas o público-alvo são os pais. Entender essa diferença, faz com que o posicionamento seja coerente com o consumidor e com o público-alvo.

O público-alvo definido no planejamento estratégico deve ser revisado periodicamente, porque as características dos consumidores mudam constantemente, e é preciso, manter o planejamento estratégico sempre atualizado.

2. Estude o mercado

Após definido o perfil do negócio, o próximo passo no planejamento estratégico, é, através de um diagnóstico, mapear o posicionamento atual da empresa e da concorrência, levantando informações do mercadoclientes, concorrência, fornecedores, etc. Nesta fase do planejamento estratégico, identifica-se o que a concorrência está ofertando para os seus clientes, como funciona e fazer um exercício de comparação do seu produto com as opções disponíveis no mercado.

Dividimos em quatro categorias as análises do planejamento estratégico:

Análise setorial

Compreende identificar o tamanho do negócio, a previsão de crescimento a curto, médio e longo prazo, as tendências de mercado no ramo de atuação e o comportamento do setor nos últimos anos. É importante a análise setorial no planejamento estratégico, pois permite conhecer novos mercados, criar estratégias de marketing, investir na expansão da empresa e realizar reestruturações.

Análise do segmento de mercado

Neste momento do planejamento estratégico, a análise é direcionada para o mercado-alvo do negócio: buscar características do ramo de atuação, mapear os produtos e serviços disponibilizados, localização e sazonalidade, perfil do consumidor e qualquer diferencial que possa influenciar o seu poder de escolha. Entenda a dinâmica da oferta e procura, relacionando individualmente a concorrência, a participação de mercado, com o objetivo de criar diferenciais do seu produto para se destacar.

Análise do produto ou serviço

A análise do produto ou serviço, no planejamento estratégico, permite comparar os pontos fortes e fracos, em relação ao que é ofertado pela concorrência. Esta etapa do planejamento estratégico é propícia a desenvolver ou aprimorar soluções, que o direcione à expansão dos negócios e, também à redução de riscos em potenciais.

Análise da concorrência

No planejamento estratégico, é muito importante avaliar os produtos e serviços e dimensionar o potencial da concorrência. É fundamental desenvolver estratégias de logística, ações de marketing, posicionamento da marca e principalmente a qualidade do relacionamento da sua empresa com o cliente e também com fornecedores.

Nesta fase do planejamento estratégico, o trabalho é identificar a estratégia aplicada pela concorrência, de modo a criar oportunidades de melhoria para o seu produto ou serviço.

3. Elabore um plano de ação com objetivos e estratégias

Com coerência e realidade, trace objetivos com prazos atingíveis e mensuráveis, que a sua empresa deseja alcançar no curto, médio e longo prazo. Nesta etapa do planejamento estratégico, são realizados testes para identificar onde será necessário realizar ajustes nas estratégias e objetivos, de modo que estejam em conformidade com a realidade do negócio.

O plano de ação é uma ferramenta gerencial, que proporciona colocar na prática o planejamento estratégico, através de ações efetivas que direcionam a empresa ao objetivo. O mapa com as diretrizes deve ser seguido por toda empresa, serão listadas ações práticas divididas por setor, alinhadas a meta principal.

As atividades do plano de ação, no planejamento estratégico, devem ser delegadas com prazo e responsável por acompanhar os devidos resultados. É também disponibilizada à equipe, toda estrutura de investimento, ferramentas e pessoas para propiciar um ambiente adequado à realização do plano de ação.

4. Monitore os resultados

Através dos indicadores de performance, será monitorada a evolução de cada atividade, considerando os prazos, a qualidade e também mensurando as estratégias que estão funcionando e o que precisa ser revisado.

Nessa fase do planejamento estratégico, constata-se a importância de documentar cada fase do processo.

Através do monitoramento será possível ajustar as estratégias e alinhá-la com a meta. Os cronogramas auxiliam a visualização da evolução das atividades conforme o previsto.

De acordo com cada setor, há indicadores de desempenho para medir a eficiência, tais como indicadores de: produtividade, vendas, gestão de pessoas, marketing, financeiro, econômico, patrimonial, riscos e etc.

O importante é considerar os indicadores que trazem informações importantes para alcançar objetivo principal.

Seguindo essas dicas, você saberá montar o planejamento estratégico e aplicá-lo no seu negócio. O resultado será o alcance das metas e um excelente posicionamento estratégico no seu ramo de atuação.

 

Gostou de aprender essas dicas? Leia mais sobre negócios no blog da Fundace!

Logo

Nós usamos cookies

Este site usa cookies para aprimorar sua experiência de navegação.