Entenda tudo sobre compliance e a sua prática

Entenda como o compliance é essencial para empresas e como sua prátia é fundamental!

O que é compliance? Conceitualmente, é um dever que a empresa têm com o cumprimento e conformidade dos atos, normas e leis. Na prática, é um sistema de controle interno utilizado tanto para esclarecer quanto para proporcionar segurança para as transações financeiras da corporação. 

Em outras palavras, o termo compliance significa o dever de estar em conformidade com as obrigações legais. Na vida real, é aplicar as boas práticas para as empresas conseguirem cumprir com esse compromisso. 

Interessante não é? O compliance é uma das áreas chave no meio corporativo , hoje em dia, está passando por uma transformação significativa. Aqui nesse post, vamos nos aprofundar nesse ponto e mostrar porque é vantajoso ampliar seus conhecimentos neste tema.

 Boa leitura!

Tudo sobre compliance: como surgiu 

Como mencionado acima, o termo compliance tem origem no verbo em inglês to comply cujo significado é “agir de acordo com uma regra, uma instrução interna, um comando ou um pedido”.  

Ou seja, estar em “compliance” é estar em conformidade tanto com as leis do país quanto com os regulamentos externos e internos. Parece complexo. E de fato é. 

Para manter a empresa em conformidade é necessário, simultaneamente:  

  1. Atender aos normativos dos órgãos reguladores; 
  2. Estar de acordo com as atividades desenvolvidas; 
  3. Seguir as regras estabelecidas pelo controle interno.

No início, essa atividade era desempenhada pela área de assessoria jurídica. Depois, como o aumento da complexidade e das cobranças do mundo atual, as empresas com responsabilidade jurídica e normativa passaram a criar departamentos próprios. 

Conversaremos mais a seguir. 

A compliance empresarial

Para cumprir todas as premissas e demandas, tornou-se necessário acrescentar novas camadas de complexidade ao compliance. Atualmente, entende-se de que é mais do que o simples cumprimento de leis e normas. 

Abrange o gerenciamento e mapeamento dos processos, buscando constantes melhorias. Consiste em mostrar e comprovar para o mercado a adoção das boas práticas, mantendo as informações seguras e o negócio sempre funcionando. 

Assim, o compliance empresarial está em uma fase de revolução. Extrapolou os limites do departamento jurídico e agora necessita da atuação de outros profissionais de controles internos e análise de riscos. 

Os benefícios

Assim, o departamento de compliance cuida mais do que o simples entendimento e cumprimento das leis e normas internas. Envolve conceitos de governança corporativa, como tesouraria, e a avaliação dos valores e a conduta da empresa. 

Mesmo que seja complexo e trabalhoso, as corporações estão investindo nos departamentos de compliance por causa dos amplos benefícios. Seguem alguns deles: 

  • Prevenção do envolvimento da empresa em fraudes e irregularidades; 
  • Criação de cultura baseada em valores corporativos consistentes; 
  • Consolidação da imagem de uma empresa idônea e ética; 
  • Garantia de ambiente dentro da conformidade; 
  • Cumprimento das leis e as normas; 
  • Sinalização para o mercado de uma boa imagem; 
  • Cuidado com a reputação dos líderes e colaboradores. 

Dessa maneira, quem estiver interessado em ingressar na área, precisa expandir suas competências e habilidades, uma vez que as funções vão além de elaborar e publicar normativos. É importante compreender o que será cobrado pelos gestores. 

A importância da tesouraria

Dentro desse contexto, a tesouraria desponta como um importante aliado para auxiliar a área de compliance a se organizar, atender e cumprir cada uma das normas. Sua atuação principal está em lidar com o fluxo de caixa. 

Por isso, a tesouraria é um dos segmentos centrais para a instauração de normas e para evitar atitudes fraudulentas. Dentre suas atividades está processar e aprovar os pagamentos, verificando se o histórico e a cotação de preços foram feitas corretamente. 

Por ter contato com vários setores da empresa, a tesouraria precisa da colaboração de todos para poder seguir as regulações internas e externas. É importante que tenha abertura e seja respeitada caso necessite apontar algum erro ou pedir revisão de algum pagamento, por exemplo.

Aprenda tudo sobre Compliance com o MBA EAD Gestão de Tesouraria 

Agora você entendeu a importância da tesouraria para o compliance, deve ter compreendido de que toda empresa com boa reputação no mercado precisa ter um profissional dessa área envolvido. 

O tesoureiro é uma pessoa estratégica, a qual agrega conhecimento no controle de dados e acompanhamento do mercado. Além disso, é fundamental para controle do fluxo de caixa e decisões estratégicas. 

O mercado de trabalho está sempre em busca de mais profissionais com esse conhecimento. Se você pretende destacar-se no mercado, o MBA EAD é um passo estratégico rumo a esse objetivo. 

O MBA EAD Gestão de Tesouraria Corporativa da Fundace mostra como é funcionamento do mercado financeiro, as análises necessárias, como compilar informações e quais ferramentas utilizar. 

Além disso, conta com um módulo dedicado ao compliance para você se aprofundar nesse conhecimento! A opção certa para quer ingressar na área e destacar-se no mercado de trabalho! 

O que acha de aproveitar a pandemia e começar um MBA EAD Gestão de Tesouraria Corporativa para tornar-se um profissional ainda mais desejado pelo mercado?

Compartilhe

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.