Entenda mais sobre o mercado de trabalho para o economista

Descubra mais sobre o mercado de trabalho para o economista e como alcançar notoriedade dentro desse meio. Leia aqui! 

Desde o começo, o mercado para o economista é cheio de incertezas para todas as áreas. Primeiro, existe o desafio de ingressar no mercado de trabalho. Depois, de decidir quais são os melhores caminhos e próximos passos dentro da trajetória escolhida. 

Para os economistas, decidir para onde ir pode ser ainda mais árduo. Primeiro porque existe um amplo leque de opções. Depois, devido a alta concorrência. Ciências econômicas é uma das áreas que mais cresceram nessa última década, impulsionadas, principalmente, pelo rápido desenvolvimento mundial. 

Aqui nesse conteúdo, vamos falar mais sobre o que é o mercado de trabalho para economistas, quais as opções existentes, como especializar-se e alavancar a sua carreira. No final, você terá um contexto geral sobre a profissão e pode começar a avaliar suas escolhas. 

Como é o mercado de trabalho para o economista?

O mercado de trabalho para economistas é muito amplo já que é uma profissão necessária para o planejamento estratégico de qualquer empresa. Qual o melhor ramo de atuação para você depende do seu perfil. Porque as opções são diversas. 

Se você gosta de finanças, existem empresas especializadas em fundos de investimento ou fusões e aquisições. Dentro do mercado financeiro, há aquelas as que oferecem análises de risco, auditoria, controles internos e operações. 

Um bom incentivo para seguir esse caminho são os ótimos salários. As posições 

executivas dentro dessas corporações são estáveis e seguem praticamente imunes às diversas crises. Obviamente não é tão simples conseguir espaço nesse filão, no entanto, vamos mostrar como fazê-lo nos próximos itens. 

Quais caminhos seguir dentro da economia? 

Por outro lado, o mercado de trabalho para o economista tem a opção de trabalhar em organizações não-governamentais e em causas sociais, atuando em uma linha de combate à pobreza e melhoria da renda da população. Nesse campo de atuação, o economista pensa em políticas públicas para diminuição das desigualdades sociais. 

Se você tem um perfil didático, a área de docência é uma opção. Houve um aumento da oferta de cursos de Economia e ampliação das vagas para professores. Existe ainda a possibilidade de seguir a pesquisa acadêmica de alto nível. 

Uma terceira via é ingressar na carreira pública, seja em instituições governamentais e agências de fomento estaduais, seja em bancos de varejo como Banco do Brasil e a Caixa Econômica Federal ou ainda em outros órgãos como os tribunais de justiça, institutos de pesquisa e fundações.

Tipos de especialização para um economista

Independentemente da área que você escolher, uma coisa é certa: seu currículo precisa estar constantemente atualizado. Lembra quando falamos dos cargos mais altos dentro do mercado financeiro? Uma especialização ou pós-graduação é condição sine qua non para estar em um deles. 

A carreira acadêmica também requer aprofundamento uma vez que as universidades buscam profissionais qualificados. No concursos, as titulações possuem caráter classificatório e de desempate. 

Além disso, especializar-se é importante para manter-se atualizado. A economia é uma área dinâmica e em um piscar de olhos é possível ficar para trás. 

Se por acaso você tenha mais de cinco anos de experiência e pretende atuar em um cargo executivo de maior responsabilidade, o MBE EAD Economia Brasileira para Negócios destaca-se como uma opção. 

Pesquisas mostram que pessoas com cursos de especialização, MBE têm seu salário elevado em 50,17%. Ainda, para os que possuem mestrado ou doutorado, essa alta é de 50,81%.

O MBE EAD Economia Brasileira para Negócios, especificamente, é um curso criado para os profissionais que desejam especializar-se nas peculiaridades do mercado brasileiro e aprofundar-se em detalhes sobre a economia nacional. 

Um dos diferenciais do curso é o certificado conferido pela Universidade de São Paulo (USP), uma das instituições mais renomadas do Brasil e do mundo. Essa titulação é fruto da parceria de longa data entre a Fundace FEA-RP/USP e a universidade. 

O selo USP atesta qualidade elevada do curso, confere credibilidade ao seu currículo e destaque frente aos demais concorrentes no mercado. 
Ganhe tempo e seja um profissional mais completo! Matricule-se no MBE EAD Economia Brasileira para Negócios e esteja preparado para os desafios do mundo moderno.

Compartilhe

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.