Entenda mais sobre as normas de contabilidade

Saiba mais como funcionam as normas de contabilidade e a importância de aplicá-las nas empresas.

As normas de contabilidade são parâmetros e diretrizes de conduta ética, utilizadas para nortear tecnicamente todos os procedimentos contábeis. São ferramentas importantes para regulamentar os conceitos e padronizar as ações dos contadores em seu exercício.

São de suma importância e, por isso, de grande complexidade. Existem divisões, categorias, técnicas e detalhes que necessitam ser compreendidos a fundo antes das suas aplicações na prática. No entanto, é um assunto de máxima importância para as empresas. 

As normas de contabilidade oferecem transparência e comparabilidade das demonstrações contábeis e financeiras. Uma das vantagens é facilitar o acesso ao crédito, essencial para todo negócio prosperar. Aqui nesse post, vamos mostrar:

  • Quais são as normas de contabilidade brasileira;
  • Quais são as principais normas de contabilidade internacional;
  • Qual a importância da norma IFRS e onde ela se aplica; 

 Não perca!

Quais são as normas brasileiras de contabilidade? 

Regulamentadas pelo Conselho Federal de Contabilidade (CFC), as normas brasileiras de contabilidade são de extrema importância para o setor. Responsáveis por regulamentar a área em território nacional, são divididas em duas categorias: técnica e profissional. 

Dessa forma, orientam todas as ações relacionadas ao setor contábil e assim, tornam-se mais compreensíveis mesmo para aqueles que não atuam na área. 

Para as empresas, atuar em consonância com as normas brasileiras de contabilidade é fundamental, principalmente, para o desenvolvimento da organização. 

Isso porque são usadas para padronizar processos contábeis a nível nacional e seguir as determinações das NBCs faz com que o negócio esteja contabilmente de acordo com os regulamentos nacionais e internacionais.

Em linhas gerais, essa prática facilita os processos, como a entrada em mercados internacionais, por exemplo, além de atrair o interesse de investidores estrangeiros para o negócio. 

Fora isso, as NBCs atuam para que os departamentos de contabilidade sejam mais eficientes, definindo padrões de trabalho e melhorando a rotina do setor.

Quais são as normas de contabilidade brasileira?

Em 2006, as NBCs foram modificadas para se adaptarem aos padrões internacionais de contabilidade. Com essas mudanças, foram divididas em dois grupos: as Normas Profissionais (regulamentam as ações dos contadores em seu exercício) e as Normas Técnicas (envolvem todos os detalhes relacionados aos conceitos e procedimentos e as profissionais).

As normas profissionais (NBC P) são divididas em três categorias: 

  • Geral: aplicadas a todos os tipos de profissionais que atuem na área contábil.
  • NBC PA: reguladoras da atuação na área de Auditoria Independente. 
  • NBC PB: regras voltadas para Perícia Contábil. 

Já as normas técnicas (NBC T), regulam assuntos mais específicos do cotidiano contábil, como os procedimentos e conceitos que devem ser aplicados pelos especialistas. Alguns conjuntos de normas são: 

Normas completas: diretrizes para transferência de ativos, demonstrações contábeis, distribuição de lucros, contratos para seguro e outros processos.

Normas específicas: usadas para regimento dos temas ligados às entidades desportivas, cooperativas, sistema público de escrituração digital e outros.

Normas simplificadas para PMEs: determinações contábeis adaptadas à realidade das pequenas e médias empresas. 

Além disso, existem diversas NBC T voltadas para os mais diversos setores, como:  

– Auditoria independente;

– Informações contábeis históricas; 

– Informações não históricas; 

– Demonstrativos contábeis;

– Procedimentos de auditoria interna;

– Peritos contábeis. 

Quais são as principais normas de contabilidade internacional?

Assim como existem regras de atuação nacional, existem as Normas Internacionais de Informação Financeira, cuja sigla IFRS significa International Financial Reporting Standards. Foram emitidas e padronizadas pelo Comitê Internacional de Normas de Contabilidade (IASB). 

Como o próprio nome diz, são normas internacionais contábeis e de informação financeira. O principal objetivo é uniformizar os processos contábeis realizados entre diferentes países. Também facilitam a compreensão de demonstrativos financeiros em qualquer lugar do mundo.

Por exemplo, multinacionais ou empresas que desejam expandir suas operações para o mercado internacional conseguem seguir às normas mundiais e padronizar para que todas as informações sejam seguidas por especialista da área e até mesmo por investidores em potencial.

Sem contar que para as empresas que se adequam aos padrões estabelecidos pelo IASB têm um ganho em confiabilidade, oferecendo informações de qualidade e eficiência nos processos

O que são as IFRS e como funcionam? 

Como dissemos acima, essas normas têm como objetivo a uniformização dos procedimentos de políticas e de contabilidade existentes entre os países. As IFRS melhoram a estrutura conceitual e facilitam a interpretação das demonstrações financeiras. 

Por isso, são extrema importância para que instituições, analistas, investidores e gestores consigam analisar relatórios financeiros. 

Aqui no Brasil, as IFRS não tiveram sua validação de maneira imediata por uma questão de respeito às leis nacionais e soberania nacional. No entanto, as Leis 11.638/2007 e 11.941/2009 alteraram, de forma significativa, a contabilidade brasileira convergindo para as IFRS. 

Assim, foram adaptadas, visando a concordância da contabilidade nacional aos padrões internacionais.

Com o avanço da  globalização, do mercado de capitais e do aumento da competitividade brasileira no mercado mundial, as normas internacionais contábeis foram adotadas por muitas empresas. 

 A importância da IFRS para as empresas nacionais 

A IFRS conferiu transparência para às empresas brasileiras, possibilitando maior entendimento da demonstração contábil, além de mais integração com o mercado internacional de capitais. Com a adoção das IFRS, as empresas brasileiras podem aplicar um padrão contábil global.

Dessa forma, as empresas se abriram para negociações e transações internacionais, gerando maior segurança em relação aos investidores e na sessão de crédito. Além disso, a aplicação das IFRS oferecem benefícios como: 

  • Melhora na qualidade da informação;
  • Possibilidade de melhoria para acessar o capital;
  • Integração dos mercados de capitais nacionalmente;
  • Melhoria para acessar o crédito;
  • Aumento das ambições de crescimento do Brasil no mercado internacional;
  • Potencialização da transparência e comparabilidade das demonstrações contábeis e financeiras;

  • Uso de dados contábeis pelos gestores das empresas;
  • Disponibilidade de dados financeiros qualificados para autoridades responsáveis e acionistas.

Normas de contabilidade: especialize-se 

As normas de contabilidade influenciam na tomada de decisão e, consequentemente, nos resultados da empresa. Devido a complexidade de informações, o mercado de trabalho está sempre em busca de profissionais especializados no assunto. 

Fazer uma especialização em contabilidade é essencial dentro da área de contabilidade e governança. Fora isso, se você almeja ocupar um cargo mais alto, esse é um passo estratégico, já que aumenta as possibilidades de conseguir uma promoção. 

Dessa forma, obter o certificado de MBA EAD Contabilidade em IFRS pode ser uma maneira de diferenciar-se em uma entrevista de emprego e aumentar suas chances de conseguir uma promoção ou um aumento salarial. 
O que acha de começar um MBA EAD Contabilidade em IFRS e tornar-se um profissional desejado pelo mercado? Entre aqui e conheça quais as opções!

Compartilhe

Deixe uma resposta