Porque fazer um MBA em gestão de pessoas vai contribuir com seu sucesso

Descubra como um MBA em gestão de pessoas pode transformar a sua carreira e fazer você atingir o cargo almejado!

Você pensa em fazer um MBA em gestão de pessoas? Um profissional de Recursos Humanos sabe mais do que todo mundo o que uma especialização pode trazer ganhos à carreira. Mais do que aumento de salário ou das chances de promoção, especializar-se em um assunto pode ampliar verdadeiramente suas possibilidades. Além disso, agrega conhecimento na rotina de trabalho, garante uma execução mais assertiva, otimiza tempo e recursos e, por consequência, aumenta a produtividade. 

A gestão de pessoas é um conjunto de ações adequadas às necessidades estratégicas dos colaboradores. Isso inclui oferecer um ambiente de trabalho saudável e motivador, realizar treinamentos, estimular o trabalho em equipe, aumentar a retenção, melhorar a comunicação e ajudar no desenvolvimento pessoal. 

Atualmente, a área de recursos humanos vai além de cuidar da contratação de novos funcionários. É um setor estratégico dentro da corporação e um MBA em gestão de pessoas, por exemplo, oferece conhecimentos técnicos e ferramentas para quem gostaria de seguir nessa área e tornar-se uma peça ainda mais relevante dentro da organização.  

Aqui neste post, vamos falar mais sobre como o MBA em gestão de pessoas contribui para o seu sucesso.

A gestão de pessoas e sua importância nos dias atuais 

O mundo passou por muitas transformações, não é mesmo? Estabilidade no trabalho, por exemplo, não é mais uma prioridade. As pessoas buscam oportunidades que trabalhem sua autoestima, ofereçam confiança e proporcionem situações onde possam conquistar seus louros por mérito próprio. Isso transformou as relações de trabalho. 

Fora isso, as empresas começaram a enxergar a importância de reter os colaboradores. Notou-se que, com contratações mais assertivas e profissionais motivados, a produtividade aumenta. E os resultados também. Assim, o foco agora são as pessoas, um movimento conhecido como people-centric. 

Dentro desse contexto, a gestão estratégica de pessoas tornou-se indispensável para o sucesso das empresas, principalmente, para compreender os colaboradores de uma empresa e alinhar os interesses deles com os da própria organização. E como sabemos, isso faz com que os profissionais que tenham especialização nessa área sejam mais valorizados pelos olhos do mercado. 

Conheça os pilares da gestão estratégica 

Como dito, atualmente sai de cena a gestão tradicional com estruturas organizacionais hierárquicas e entra um novo modelo colaborativo e horizontal de trabalho. As pessoas que ingressam no mercado buscam empresas mais flexíveis, transparentes e, principalmente, que sejam receptivas à inovação e criatividade.

Justamente para quebrar esses paradigmas e equilibrar os interesses de ambas as partes, surge a gestão estratégica de pessoas. Dessa forma, cria-se um clima agradável e produtivo. 

A gestão estratégica de pessoas só é bem-sucedida quando é bem-estruturada. Assim, sustenta-se basicamente em cinco pilares: 

1.Motivação e produtividade 

Esse é o principal pilar do desenvolvimento da gestão estratégica de pessoas. 

Afinal, uma equipe motivada é mais eficiente e trabalha em conjunto. Estratégias de retenção, diminuição do turnover,  práticas eficientes de comunicação interna e endomarketing, benefícios, eventos entre outras ferramentas são aplicadas nesse sentido. 

2. Treinamentos

Uma forma de sinalizar que a organização valoriza os colaboradores e acredita em seus potenciais são os treinamentos. Isso mantém os funcionários atualizados e os ajuda a melhorar suas habilidades profissionais. Como resultado, temos o aumento de desempenho e um trabalho mais eficiente em todos os âmbitos. 

3. Comunicação 

Outro ponto importante dentro da gestão estratégica de pessoas é promover a comunicação entre todos os envolvidos nos processos. Uma equipe orientada e capaz de perceber seu papel na estratégia da empresa é fruto de um alinhamento estratégico com a liderança. E possuir uma visão sistêmica no negócio é um dos principais papéis do profissional de Recursos Humanos. 

4. O trabalho em equipe

A gestão estratégica de pessoas preconiza um modelo horizontal, onde todos precisam entender qual o seu papel dentro da empresa e de que forma a qualidade de seus trabalhos impactam diretamente nos resultados.

Para que isso aconteça com eficácia, a liderança deve manter seu grupo integrado e em sinergia com os objetivos do trabalho. Essa é uma das funções da gestão estratégica. 

5. Desenvolvimento pessoal e profissional

Aprimoramento das habilidades dos profissionais é um investimento da empresa. Por isso,  a gestão estratégica de pessoas inclui treinamentos e gratificações conforme a evolução técnica de cada um, entre outras formas de capacitação.

As empresas precisam estimular o aprimoramento pessoal de seus colaboradores  através de treinamentos de desenvolvimento humano, como oratória e relacionamento interpessoal, por exemplo. 

Em resumo, a gestão estratégica de pessoas é uma peça-chave dentro das empresas, principalmente, agora em que os colaboradores tornaram-se, mais do que nunca, essenciais no sucesso das organizações frente à sociedade. 

Apenas aquelas que souberem trabalhar seu potencial humano terão espaço no mercado. E os profissionais que detêm conhecimento em como lidar com isso, terão seu valor reconhecido. 

Ganhe tempo e seja um profissional mais completo! Matricule-se em um MBA de gestão estratégica de pessoas e fique preparado para os desafios do mundo moderno. 

Compartilhe

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.