Qual é a diferença entre Logística e Supply Chain?

Em geral, os conceitos de logística e supply chain (cadeia de suprimentos) estão sempre associados no que diz respeito ao gerenciamento e processos internos das empresas. Mas, as etapas dos processos desde a produção, estoque e entrega variam conforme cada empresa.

Muitos confundem os dois conceitos. Embora estejam interligados, eles possuem diferenças entre si. O importante é que, quando os processos estão bem gerenciados, a empresa otimiza a cadeia de suprimentos e ganha mais rentabilidade e tempo. Conheça as principais diferenças entre logística e supply chain.

Definição de logística

A logística significa contabilidade e organização. Sua origem é francesa e vem do termo “logistique”, ciência que planeja e realiza diversos projetos.

O conceito de logística tem sua base nas estratégias de guerra (estoque, manutenção e distribuição de materiais como alimentos, remédios, armas, roupas e transporte).

A partir de 1970, a logística se fortaleceu no mundo empresarial por meio de estoque e distribuição de produtos e matérias-primas e se tornou fundamental nas empresas.

O setor de logística é responsável por gerenciar todos os recursos materiais das empresas, desde um planejamento eficiente, estoque e transporte de produtos.

Com o passar do tempo, surgiu o conceito de logística integrada, onde o conceito de supply chain se integra ao de logística para buscar a máxima integração dos processos.

Definição de Supply Chain

O supply chain ou cadeia de suprimentos envolve todas as etapas da vida de um produto: compra de matéria prima, produção, estoque, entrega aos consumidores. No supply chain, todos os participantes da cadeia de produção estão integrados:

Infográfico Supply Chain

O conceito de SCM – Supply Chain Management, ou gerenciamento de cadeia de suprimentos se originou a partir da Logística integrada. Sua principal função é assegurar uma integração eficiente entre todas as etapas do supply chain.

O Supply Chain Management é fundamental para as empresas que desejam melhorar seus sistemas operacionais de produtos e garantir vantagem competitiva. Todas as atividades relacionadas a mercadorias como compras, inventários, depósitos, satisfação do cliente fazem parte do Supply Chain Management.

Quando o Supply Chain Management é bem aplicado, as empresas conseguem reduzir custos nas fases de produção, inovam nos processos e entregam produtos com mais qualidade aos consumidores.

Principais funções do Supply Chain

É comum confundir logística com supply chain, porém elas são estratégicas diferentes. Na verdade, a logística faz parte da cadeia de suprimentos.

As principais funções do supply chain são:

Cumprimento de prazos

Empresas que usam supply chain possuem mais controle dos prazos e melhoram a qualidade de entregas. Com isso, a relação com os clientes vai se tornar mais produtiva.

Fiscalização dos indicadores de performance

Os indicadores de performance como velocidade de produção, qualidade de produtos e serviços, satisfação de clientes, capacidade de inovação, tempo de entrega dos produtos, custos compatíveis, entre outros, devem ser fiscalizados pelo supply chain.

Integração dos fluxos de dados

É possível integrar o supply chain ao sistema de ERP (Enterprise Resource Planning). Assim, será possível obter todos os dados diários das empresas, programar envios, recebimentos de uma maneira integrada com todas as etapas do processo.

Diferença entre Supply Chain e Logística

O Supply Chain Management diz respeito a toda cadeia de suprimentos completa, desde o abastecimento, compra de matérias primas, produção e distribuição de materiais. É uma estrutura integrada, interligada e ramificada, com muitos processos complexos.

Já a logística é uma abordagem mais específica, que envolve o armazenamento até o transporte para os consumidores.

Entre outras palavras, a logística cuida da integração dos processos dentro da sua empresa. O supply chain management envolve toda gestão entre empresas (fornecedores, distribuidores, armazéns, consumidores, etc).

A logística visa o processo interno das empresas: armazenagem, gestão de estoque, transporte de entrada e saída de material, logística reversa e redução de custos.

O Supply Chain Management foi uma natural evolução da logística, pois ele coordena tanto os fluxos internos quanto os externos, como aquisição, compras, planejamento de demanda com fornecedores, integração com ERP, suporte ao consumidor final.

Essa gestão elimina redundâncias e erros, reduz tempo de produção, fornecimento de melhores serviços com menores preços, pois está ligada à visão integral e estratégica de processos logísticos.

As empresas que unificam o supply chain e logística, vão obter melhores:

  • Planejamento;
  • Processamento de pedidos;
  • Gestão de informações, estoques, distribuição e transporte;
  • Movimentação e armazenagem;
  • PPCP (planejamento, programação e controle de produção).

Benefícios do Supply chain

O ponto principal do supply chain management é melhoria nos resultados, por meio de maior controle dos processos.

Os principais benefícios do supply chain são:

  • Redução de custos;
  • Melhoria nos níveis de serviço;
  • Redução de desperdícios;
  • Maior eficiência;
  • Melhoria na satisfação do cliente.

As melhores práticas de supply chain management que as empresas devem implementar para otimizar e tornar os processos mais eficientes, melhorando os resultados são:

  1. Uso da tecnologia a favor processos produtivos;
  2. Realização de um bom mapeamento dos processos;
  3. Manutenção de um bom monitoramento e controle dos processos;
  4. Estabelecimento de um bom relacionamento com fornecedores;
  5. Integração entre os diversos setores da empresa por meio de softwares.

Quer entender mais dos conceitos de logística e supply chain? Conheça o MBA Administração da Fundace.

Compartilhe

Deixe uma resposta