Saiba a diferença entre atacado e varejo

Fazer compras é uma atividade que faz parte da rotina de todas as pessoas! Por isso, é muito importante saber a diferença entre atacado e varejo.

O ser humano precisa comprar para sua subsistência: comida, bebida, produtos de limpeza, higiene, utensílios pessoais, roupas e etc. E para atender essa necessidade, temos dois modelos de comércio: o atacado e o varejo.

Para o consumidor não confundir qual o melhor lugar para fazer suas compras, preparamos esse artigo para falarmos das diferenças entre as modalidades de comércio.

As pessoas que não conhecem as características de cada uma, podem estar perdendo grandes descontos e muitas vantagens.

No post de hoje, você irá conhecer as particularidades e entender a diferença entre atacado e varejo. Fique conosco e confira!

O que é Atacado e Varejo

São duas modalidades de compras de produtos, com peculiaridades diferentes e público-alvo distintos.

O atacado trabalha com grandes volumes destinados ao público revendedor.

O varejo tem como objetivo atender o consumidor final e, por isso, vende quantidades menores.

As duas modalidades juntas, atendem diferentes necessidades de todos os consumidores e movimentam a economia do país.

Contudo, em linhas gerais, podemos classificar como:

Infográfico-Atacado-e-Varejo

* Apesar do varejo ter a sua área de atuação local, as vendas realizadas on line são uma forma de varejo de esfera nacional.

A diferença entre atacado e varejo

Cada consumidor tem uma necessidade e um desejo diferente, pensando nisso, as lojas se preparam para os dois tipos de compras: atacado e varejo.

A diferença consiste nos valores dos produtos e na quantidade que será comprada.

No varejo os produtos são disponibilizados para compra por unidade, com o objetivo de atender o consumidor para uso pessoal.

No atacado, as vendas são em grandes volumes, o que de certa forma, proporciona valores bem menores, se comparado o valor unitário no varejo. O perfil do consumidor no atacado é, geralmente, empresas que são revendedoras e lucram com a intermediação.

O mercado é extremamente dinâmico e com isso, os comerciantes, necessariamente, precisam se adaptar para atenderem as demandas. Nesse contexto, há uma flexibilização dos limites de atacado e varejo.

É importante salientar que, a compra feita pelo consumidor final no atacado não é considerada varejo.

Para você entender melhor a diferença entre atacado e varejo, vamos detalhar cada uma dessas opções. Veja a seguir!

Atacado

A comercialização de produtos no atacado é geralmente feita por empresas revendedoras. Como as compras são em grandes quantidades, os descontos são atrativos e compõe grande parte do lucro desse modelo de negócio.

Os produtos são disponibilizados em caixas fechadas destinadas à revenda. O preço é inferior quando comparado ao varejo, porque o produto é diretamente da fábrica para o revendedor.

O atacado é caracterizado pelo grande volume em massa de produtos, com menor variedade de linha e preço baixo. O revendedor lucra pela quantidade.

O vendedor é habitualmente chamado de distribuidor, visto que, sua atividade principal é a intermediação entre fábrica e lojista.

É muito comum essa prática ser realizada diretamente pela própria fábrica do produto. Neste caso, o consumidor final irá conseguir um preço bastante competitivo, comprando na loja da fábrica.

Normalmente, os consumidores do atacado são empresas de médio e pequeno porte como: mini mercados, padaria, lanchonete, restaurante e lojistas que trabalham no varejo.

Pelo fato do preço ser menor, haveria uma tendência do consumidor final realizar suas compras no atacado, que por sinal, não é seu modelo negócio. Por isso, é vendido em grande quantidade em caixas fechadas. Existem mercados atacadistas que, para comprar nesta condição, é preciso ter o próprio cartão da loja, como o San’s Club.

Exemplos de mercado atacado: Makro, Tonin, Spani, Mart Minas.

Varejo

O modelo de compra mais popular entre os consumidores. No varejo os produtos são disponibilizados para compra por unidade, com foco no consumidor final. Como a quantidade é menor e vendido por unidades, o valor é um pouco mais elevado.

Os mercados de varejo, principalmente os localizados em cidades pequenas, tem como principal fornecedor o mercado de atacado.

Ele compra grandes volumes, fraciona os produtos e armazena em estoque para atender a sua demanda.

Por exemplo: As lojas de roupas geralmente vendem uma peça para cada cliente. É raro quando um cliente compra mais de uma peça de roupa exatamente igual, assim como uma loja de sapato.

A precificação no varejo é formada por uma base mediana praticada pelo mercado.

Como a venda do produto é fracionada, para atender a necessidade do consumidor final, ele tem a vantagem de facilidades no pagamento como: parcelamento no cartão de crédito ou cheque.

Por exemplo: Um mercado que comprou no atacado 1000 canetas, a um valor unitário de R$ 0,30 centavos, ele disponibilizará em seu comércio por R$ 1 real cada caneta.

Como o consumidor irá precisar de apenas uma caneta, é mais vantajoso ele comprar no mercado de bairro apenas uma unidade, porque o atacado não atenderia a sua necessidade, visto que lá são disponibilizados pacotes com 1000 unidades.

Você viu no artigo de hoje, que tanto o atacado como o varejo, possuem característica, vantagens e benefícios diferentes para cada tipo de cliente. Conhecendo as particularidades de cada modalidade, você irá saber, qual a melhor opção para atender a sua necessidade pessoal e para seu negócio.

O blog Fundace Know tem muitas outras dicas do mundo dos negócios para você! Venha conferir!

 

Compartilhe

Deixe uma resposta