Tudo que você precisa saber sobre agilidade organizacional

Você sabe o que é agilidade organizacional? Trata-se de um assunto muito falado no ambiente corporativo.
Sai na frente da concorrência, a empresa que responde rápido as necessidades do cliente. Além disso, acompanhar a tecnologia é uma obrigação para se manter em posição de destaque no mercado.
A agilidade organizacional implementa técnicas de gestão de pessoas, comunicação interna e medição de performance.
Sua empresa está preparada para esse novo modelo de gestão?

O que é agilidade organizacional?

O mercado está em constante transformação, os clientes estão cada vez mais exigentes e tecnológicos, onde tudo muda muito rápido.
Como se adaptar rapidamente às mudanças?
A agilidade organizacional é a habilidade de renovação e adaptação em um ambiente dinâmico, inconstante e agitado.
Para entendermos melhor a agilidade organizacional, leia abaixo duas características que definem bem o conceito:
Dinamismo: O meio corporativo é dinâmico, com ações rápidas, precisas e assertivas. Requer proatividade e feedbacks instantâneos.
Equilíbrio: A agilidade organizacional é fundamentada no equilíbrio, todas as estratégias, obrigatoriamente, precisam ter coerência e maturidade.
Diante de todas a transformações que são implementadas, há pontos que, necessariamente, precisam de solidez para amparar a estrutura e o crescimento sustentável da empresa.
Hoje, você vai aprender a aplicar a agilidade organizacional na sua empresa e conhecer os benefícios desse novo modelo de gestão.

Agilidade organizacional como competência

O sucesso de uma empresa está diretamente ligado à sua habilidade de se adaptar às constantes mudanças, para atender com excelência as necessidades e desejos dos clientes.
Quando a empresa consegue alcançar esse patamar de atenção e adaptação, colhe os benefícios da agilidade organizacional com uma grande vantagem competitiva.
O caminho para conseguir a agilidade organizacional é através da sinergia entre pessoas e processos.
Para isso, é necessário criar uma cultura de agilidade organizacional em todos os níveis da empresa.
Os negócios devem estar alinhados não somente entre os gestores, as estratégias aplicadas devem atingir todos da organização.
O caminho é através da comunicação eficiente entre todos os colaboradores.
Numa empresa que tem a agilidade organizacional como base, todos sabem claramente a missão, os valores, os objetivos e as metas.
É preciso que os colaboradores se sintam parte do processo. Para isso é fundamental designar responsabilidades e atribuições, até mesmo de riscos, para que o processo flua naturalmente e de maneira eficiente.

O caminho para alcançar a agilidade organizacional

São três os caminhos que devemos percorrer para conseguirmos alcançar agilidade organizacional: Processo, Estrutura e Governança

1. Processo:

Os negócios precisam se adaptar às mudanças, uma vez que elas são constantes na rotina de uma organização.
Os processos, inevitavelmente precisam estar aptos para serem modificados e transformados por melhorias.
Não podem ser complexos e muito menos perfeccionistas. A tecnologia está cada vez mais otimizando os processos. Em apenas um click o cliente consegue chegar naquilo que deseja.
A empresa precisa funcionar com processos simples e de fácil entendimento, para que as tarefas sejam realizadas sem erros e com qualidade.

2. Estrutura

São formados times com perfis de profissionais que gostam de desafios. Eles possuem habilidades relacionadas às mudanças e isso tende a trazer melhores resultados nos projetos.

Um erro comum, é quando as empresas são resistentes a mudarem suas estruturas ao implantar a cultura da agilidade organizacional.
É comum, principalmente, não se alterar pontos da estrutura onde funcionam bem os processos, com colaboradores que executam com excelência suas funções.

3. Governança Corporativa

Uma governança corporativa eficiente é qualificada para tomar decisões assertivas, que direcionem os esforços para o alcance de meta da organização.
Um ambiente estável proporciona a segurança para a tomada de decisões de forma coerente e cautelosa.
É importante criar um ambiente propício para que os colaboradores, principalmente aqueles que estão posicionados na linha de frente, com contato direto com o cliente, deem sugestões de melhorias.

Flexibilidade não é ausência de regras

É muito importante a flexibilidade nos processos, mas isso não quer dizer que não tenham regras e restrições que deverão ser cumpridas.
Por exemplo:
• Para a compra de determinado produto, uma condição é a realização de uma pesquisa de mercado com no mínimo três orçamentos.
• Há uma escala de valores para compra, que deverão ser autorizados mediante aprovação dos responsáveis.
Apesar de tudo funcionar com agilidade, o controle é imprescindível.

Benefícios da agilidade organizacional

A agilidade organizacional proporciona o crescimento sustentável para a empresa. Quando implantado de forma correta, são vários os benefícios desse modelo de gestão.
Dentre eles, destacamos os 10 principais:
1. Curto tempo de resposta ao ambiente externo
2. Processos mais ágeis e eficientes
3. Excelência no atendimento ao cliente
4. Desempenho satisfatório no resultado operacional
5. Redução de retrabalho e custos
6. Menor tempo para a tomada de decisão
7. Foco na gestão de mudança
8. Gerenciamento de riscos
9. Planejamento de contingências
10. Equipe capacitada para projetos interdisciplinares

E na sua empresa? Os processos são ágeis ou podem ser melhorados? A resposta dessa pergunta, pode levá-lo ao sucesso ou identificar riscos que estão comprometendo os negócios.

Compartilhe

Deixe uma resposta