Pelo quinto mês, Ribeirão Preto fecha mês com saldo positivo de empregos

Apesar de a cidade ter saldo positivo, apenas o setor de serviços teve mais contratações que demissões.

Pelo quinto mês consecutivo, Ribeirão Preto abriu mais que fechou vagas de emprego. Em maio foram 233 postos de trabalho criados.

Os dados foram divulgados pelo Caged (Cadastro de Empregados e Desempregados). Apesar do número ser mais baixo do que o do mês anterior, quando foram abertas 589 novas vagas de trabalho, o resultado é melhor que o do mesmo período em 2017, quando o saldo foi de 36 postos. Em 2018, Ribeirão Preto já acumulou 3.052 novos empregos, enquanto, no mesmo período de 2017, foram 344 vagas abertas.

De oito setores, apenas serviços conseguiu fechar o mês com um resultado positivo, com 498 postos de trabalho abertos. Entre os que mais demitiram estão a Indústria de Transformação, Serviço Industrial de Utilidade Pública e Construção Civil, com 112, 60 e 54 vagas fechadas, respectivamente.

Segundo Luciano Nakabashi, professor da FEA-USP (Faculdade de Economia e Administração da Universidade de São Paulo) e pesquisador do CEPER-FUNDACE, alguns fatores podem ter causado a queda na criação de vagas. “A paralisação das reformas, a greve dos caminhoneiros também mostrou a fraqueza do governo Temer e gerou uma incerteza que eventos parecidos podem aparecer. Isso vem causando incertezas que está afetando a economia como um todo e consequentemente o mercado de trabalho”.

 

Fonte: www.cbnribeirao.com.br/economia/NOT,0,0,1342656,pelo+quinto+mes+ribeirao+preto+fecha+mes+com+saldo+positivo+de+empregos.aspx

Compartilhe

Deixe uma resposta