O papel da gestão de pessoas nas organizações

A gestão de pessoas ajuda as organizações a alcançarem seus principais objetivos, que são satisfazer a necessidade e o desejo de seus clientes com produtos ou serviços de qualidade, de modo que proporcionem uma experiência positiva.

Para que a empresa consiga a excelência, a valorização do capital humano tornou-se uma questão primordial.

A área de gestão de pessoas lida com todas as questões da organização relacionadas aos colaboradores.

As organizações visam a excelência nos seus produtos e serviços, por outro lado, os colaboradores, almejam a valorização e o reconhecimento do seu trabalho. Ou seja, no ambiente corporativo, há uma relação de troca e ambos possuem objetivos semelhantes, que compreendem ascensão, desenvolvimento e sucesso.

Embora os objetivos sejam parecidos, verificam-se várias falhas no processo de equilíbrio entre as duas entidades, organização e colaboradores. As consequências disso são conflitos, retrabalhos, desperdícios de energia, perdas da motivação, baixa produtividade e perda da eficiência operacional e, consequentemente, a competitividade.

A gestão de pessoas tem seu papel importante nas organizações porque trabalha para minimizar essas questões conflituosas, alinhar a cultura organizacional e defender os valores essenciais da empresa e do capital humano.

A área de gestão de pessoas reformulou-se, não é mais o departamento que cuida somente das questões trabalhistas. O novo formato prioriza estratégias para uma performance mais sustentável nas organizações.

Veja alguns benefícios do novo formato da gestão de pessoas:

  • Auxiliar a organização no alcance da meta;
  • Criar condições para atingir sua missão.
  • Manter saudável o relacionamento entre empresa e colaboradores;
  • Controlar a produtividade e a qualidade;
  • Desenvolver estratégias que busquem melhorar a performance individual e organizacional;
  • Desenvolver e reter talentos;
  • Assegurar o comprometimento e a motivação dos colaboradores;
  • Preservar um ambiente de trabalho saudável a todos;
  • Conduzir mudanças organizacionais.

Preparamos três dicas que são utilizadas na gestão de pessoas:

  1. É importante fazer um planejamento estratégico, para definir o objetivo que a empresa deseja alcançar. Os colaboradores devem estar cientes de toda ação e qual a meta pretendida pela organização;
  2. A hierarquia deve ser bem definida, coerente e funcional, de modo que cada colaborador saiba a sua função e responsabilidades. Os colaboradores tendem a desempenhar melhor as suas obrigações quando sabem exatamente onde estão e o que devem fazer;
  3. É preciso clareza nas definições dos requisitos para a excelência da execução das atividades. Dessa forma, cada colaborador poderá ser avaliado de forma justa, e consequentemente melhorar os erros e os acertos.

Além de ser um dos pilares da estrutura organizacional, a gestão de pessoas é a área responsável pelo bom ambiente de trabalho, que proporciona a eficiência e a motivação dos colaboradores. O resultado é sempre positivo, visualizado na produtividade e no engajamento de toda equipe para atingir a meta.

A importância da gestão de pessoas na valorização do capital humano.

As organizações precisam de líderes preparados para gerenciar pessoas. Liderar uma equipe é um grande desafio enfrentado pelos gestores, sendo que uma das mais valorizadas competências é a liderança. São pessoas com habilidade de relacionamento, visão estratégica de negócios, comunicação clara e objetiva, capacidade de se colocar no lugar no outro, resiliente e com talento para motivar pessoas.

No mundo dos negócios, um termo bastante utilizado na área de gestão de pessoas, é o diferencial competitivo. Nesta estrutura, existem alguns pilares como a tecnologia, os orçamentos destinados a projetos inovadores e as ferramentas gerenciais, que são fatores que impulsionam o crescimento da organização.

Estes fatores são aplicados em todas as organizações e o diferencial competitivo consiste em investir no desenvolvimento do capital humano.

O resultado sempre retorna, com uma equipe de alta performance, ambientes propícios para os desafios, estimulando os colaboradores a alcançarem o objetivos da empresa.

A gestão de pessoas tem seu papel importante no desenvolvimento da comunicação nas organizações, despertando o espírito de equipe nos colaboradores, treinando continuamente seus líderes e focando em resultados.

Quanto mais colaboradores disciplinados e com iniciativas, corajosos em assumir riscos, adaptáveis às mudanças e comprometidos com os objetivos da organização, mais forte ela se posicionará diante das adversidades.

Gestão de pessoas por competências

As organizações capacitam seus colaboradores para prepará-los a enfrentar as adversidades e os desafios no mercado tão competitivo. Nesta gestão estratégica em que a atenção é direcionada à movimentação da concorrência e a identificar as oportunidades de negócios, a área de gestão de pessoas, que possui conhecimentos técnicos de competências, quando necessário, sugere mudanças, visando atender as demandas da organização.

A gestão de pessoas por competências compreende planejar, identificar, desenvolver e qualificar, nos diferentes graus da hierarquia (individual, departamental e geral), as competências necessárias para alcançar o objetivo comum da organização.

O conceito de competência na gestão de pessoas pode ser definido como a fusão de conhecimentos, habilidades e competências evidenciadas pela performance profissional, que agreguem valor ao colaborador e à organização.

O padrão de gestão de pessoas por competência tem como direção o esforço constante pelo autodesenvolvimento e análises capazes de identificar necessidades apresentadas no ambiente de trabalho e também as essenciais para o alcance do objetivo da organização.

Competências humanas e Institucionais

Competências humanas, são aquelas que constituem qualidades de pessoas, classificamos em três categorias como:

  1. Técnicas: são competências esperadas de um departamento específico em razão das especificidades das atividades;
  2. Gerenciais: são competências desejadas aos cargos de liderança;
  3. Essenciais: são competências esperadas comuns a todos os colaboradores.

Há também as competências institucionais, que descrevem propriedades da organização como um todo.

A aplicação da estratégia de análise baseada no modelo de gestão de pessoas por competências exige, primeiramente, a relação e a descrição das competências que serão trabalhadas no diagnóstico, e deverão ser desenvolvidas preferencialmente por departamento.

Portanto, gerenciar uma equipe de alta performance trará grande diferencial competitivo. A gestão de pessoas tem seu papel importante no auxílio de definir o colaborador mais adequado para cada função, e o resultado é uma organização mais eficiente e produtiva.

A gestão de pessoas é indispensável para o sucesso das organizações e promove a alavancagem dos negócios.

Compreender a importância da gestão de pessoas nas organizações colocará a sua empresa na frente da concorrência e os resultados serão a excelência, qualidade, organização, crescimento estruturado, encantamento e fidelização do cliente.

Quer saber mais sobre o que é gestão de pessoas? Conheça o MBA oferecido pela Fundace!

 

Compartilhe