Planilha de estudos: quais as vantagens?

Muitas pessoas desejam dedicar mais tempo aos estudos, mas não sabem por onde começar e não conseguem manter uma organização. É por isso que uma planilha de estudos pode ser a solução.

Ela ajuda a encontrar mais tempo, aumenta o foco, fazendo com que você sempre saiba o que precisa estudar, aproveitando até mesmo os intervalos mais curtos do seu dia.

Confira abaixo os benefícios da planilha de estudos e nossas dicas para criar uma!

Quais são as vantagens de ter uma planilha de estudos?

Seguir uma planilha de estudos não afeta apenas no quanto você é organizado. Ela ainda pode te trazer muitos ganhos. Veja quais são eles e como podem mudar sua vida de estudante:

Aumento da concentração

A planilha de estudos se torna uma ferramenta para criar uma rotina de estudos, com horários estabelecidos, que você segue com regularidade. Seu cérebro vai se habituar à rotina e, dessa maneira, vai entender melhor quando for hora de desligar o foco de outros assuntos e se voltar para o aprendizado.

Mais tempo

Um dos motivos mais comuns para não se dedicar aos estudos é a falta de tempo. Fazendo uma planilha de estudos, você descobre quais são seus intervalos de tempo, mesmo os menores, e consegue criar mais tempo para estudar.

Colaboração de todos

Quem mora com outras pessoas, como família ou amigos, pode compartilhar sua planilha de estudos com todos para mostrar os horários em que não estará disponível. Tendo uma prova visual do que você precisa estudar, eles serão mais compreensivos.

Mais disciplina

Com uma planilha de estudos com todos os horários definidos e as matérias discriminadas, você pode programar todas as suas outras atividades – trabalho, descanso, lazer – em volta dos seus momentos de estudo, de modo que nada atrapalhe essa atividade.

Aumento da produtividade

Talvez essa seja a maior vantagem da planilha de estudos: sabendo o que estudar e por quanto tempo, afastando todas as distrações e tendo a colaboração de quem mora com você, sua produtividade aumenta e você acaba estudando mais em menos tempo.

Agora que você já sabe os prós de ter uma planilha de estudos, deve estar se perguntando como pode criar o seu planejamento. Se for o caso, boas notícias: apesar de exigir certa dedicação e atenção, fazer sua planilha será uma tarefa simples!

Passo-a-passo: como fazer um plano de estudos?

Confira o passo-a-passo intuitivo que criamos abaixo e comece já a fazer sua planilha de estudos!

Passo 1: Defina sua rotina

Para definir sua rotina de estudos, você deve começar entendendo tudo o que precisa fazer durante o dia. Por isso, fique alguns dias anotando tudo o que você faz e o quanto demora para realizar cada tarefa.

Depois, encontre os blocos de tempo que você tem livre. Reserve um momento para os estudos, até mesmo 10 minutos no transporte público podem ser aproveitados, dependendo da sua necessidade.

Aliás, isso também é importante: destaque sua necessidade. Quem está estudando para se manter à frente da matéria da pós-graduação e quem está dedicado em passar em um concurso daqui a dois meses têm metas diferentes.

Por isso, é bom fazer uma planilha de estudos baseada nas suas necessidades, com mais ou menos tempo de estudo por dia.

Passo 2: Divida o tempo de estudo

Se você estiver estudando para um concurso, para o vestibular ou mesmo para suas aulas na faculdade, com certeza tem mais de uma disciplina para revisar. Para que sua planilha de estudos fique completa, é essencial dividir o tempo que passará estudando cada matéria.

Para fazer isso, você deve seguir duas regras:

1) Estude mais as matérias de mais peso;

2) Estude mais as matérias mais difíceis.

Quando fazemos um concurso, normalmente há alguma prova que dá mais pontos do que as outras. Por exemplo, provas específicas, em alguns concursos públicos, são mais importantes do que as provas de conhecimento geral. Dedique mais tempo da sua rotina para estudar essas matérias.

Do mesmo modo, os assuntos em que você tem mais dificuldade precisam de mais atenção. Pense que, quanto mais tempo você estudar, menor será essa dificuldade. Não fuja dela!

Passo 3: Decida como estudar

Com sua planilha pronta, anote também os métodos de estudos que você quer usar: vídeos, resolução de exercício, leitura de apostilas, exercícios de memorização… São muitos os métodos que podem ajudar a aprender a matéria.

Uma dica é que você pode usar os intervalos de estudo mais curtos para processos mais rápidos, como exercícios de memorização.

Passo 4: Deixe seu objetivo claro

Muitas pessoas subestimam o poder da motivação, mas ela é necessária para passar pelos momentos mais difíceis em sua jornada estudantil. Por isso, estabeleça um objetivo claro e escreva-o em cima da sua planilha de estudos.

Assim, sempre que tiver que conferir as matérias do dia, você se lembrará de porque está se esforçando tanto.

Melhore seu conhecimento com um MBA!

Você tem uma planilha de estudos? Como a utiliza no seu dia a dia? Compartilhe suas ideias com a gente!

Compartilhe