Comércio apresentou saldo positivo em contratações no ambiente Nacional

Com base nos dados de dezembro de 2017 do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), o Boletim Mercado de Trabalho de Fevereiro de 2018 do Ceper/Fundace mostra que houve destruição de vagas em âmbito nacional e em todas as regiões analisadas no levantamento.

“O mês de dezembro é característico por saldo de demissões em função da sazonalidade das atividades produtivas. Nesta época ocorrem férias coletivas, demissões e a produção tende a sofrer redução”, justifica o pesquisador do Ceper, Sergio Sakurai. Apesar do saldo negativo, o montante de vagas destruídas no mês foi inferior aos contabilizado no mesmo mês do ano de 2016.

Todas as regiões analisadas, exceto Sertãozinho, apresentaram desempenho favorável no acumulado ao longo do ano de 2017 em comparação com o acumulado ao longo do ano de 2016.

No estado de São Paulo como um todo e nos municípios de Sertãozinho, Franca e Campinas, o acumulado dos últimos 12 meses ainda se mantém com saldo de demissões líquidas.

Entre os setores analisados, Indústria e Serviços apresentaram saldo negativo significativo em âmbito nacional e em todas as regiões analisadas.

Segundo o IBGE, a produção industrial encerrou o ano de 2017 com crescimento de 2,5%, após três anos consecutivos de perdas. Comparado ao mês de novembro de 2017, o setor avançou 2,8%, sendo que a produção não crescia de forma tão acelerada desde 2010.

Apesar de a Indústria apresentar grande volume de demissões em dezembro de 2017, percebe-se que os saldos negativos do acumulado do ano têm sofrido redução se comparado aos anos anteriores, o que confirma a recuperação da produção industrial.
Comércio é o único setor que apresentou saldo positivo em âmbito nacional.

O Estado de São Paulo registrou 116.391 demissões líquidas em dezembro de 2017. O montante desse mês, apesar de negativo, é significativamente inferior ao cenário de demissões líquidas do mesmo mês de 2016, quando foram registradas mais de 159 mil demissões líquidas.

Todos os setores apresentaram demissões. O setor de Serviços foi o que mais demitiu, sendo o segmento de Administração Pública em Geral foi responsável por 9.211 postos líquidos destruídos.

Em Campinas foram registradas em dezembro de 2017 – 3.218 demissões líquidas, o maior saldo negativo mensal registrado em 2017 e próximo das 3.488 demissões registradas em dezembro de 2016. Somente a Agropecuária apresentou saldo positivo.  O setor de Serviços foi, por outro lado, o que mais demitiu (2.385 vagas líquidas destruídas).

 

Fonte: www.folhadevalinhos.com.br/artigos/brasil-e-mundo/comercio-apresentou-saldo-positivo-em-contratacoes-no-ambiente-nacional

Compartilhe

Deixe uma resposta